Samba, suor, cerveja e pilantragem. Um brinde ao Brasil!

Screenshot 2014-05-09 14.42.19

As quatro palavras lidas no título desse post sintetizam de forma muito clara o Brasil.

Quatro ingredientes que se combinam para traduzir um lugar muito distante do razoável. A prova mais clara disso tudo, é o novo regime tributário para as cervejas. Através de uma jogada suja, criou-se uma reclassificação da categoria. Uma manobra sórdida para super taxar as bebidas produzidas pelos pequenos produtores. Uma clara contradição com o discurso dos nossos governantes e do partido que ocupam. A idéia não seria incentivar o pequeno através de uma tributação condizente a todas as limitações que eles encontram e compensar a arrecadação cobrando mais das grandes GIGANTES?

Fermentando e resumindo a conversa: Somos todos vítimas de um lobby descarado das grandes engarrafadoras, que produzem e nos empurram um verdadeiro xorume em forma de cerveja com as ratazanas do poder executivo.

Quem ganha com essa palhaçada? Pouca gente com pouqíssima vergonha na cara. Aquele brasileiro mais rico do mundo, que vive na Suíça e adora jogar tênis por exemplo. Com certeza alguns outros deputados, sendores. E quem mais a gente possa imaginar que esteja envolvido em mais um estratagema imundo. O mais incrível é que essa gente se vê ameaçada por concorrentes que somados não chegam a mais do que 1,5% do mercado deles. Uma covardia.

Quem perde com essa palhaçada? Muita gente. Começando pelos esforçados e batalhadores produtores artesanais de cerveja. Que se arrebentam para produzir um produto de qualidade. Com ingredientes de prmeira, criatividade e bom senso. Que o fazem pelo amor a cerveja e entregam suas vidas a produzir algo realmente bom de se colocar no copo e na boca. O consumidor das cervejas, que se cansou de consumir milho fermentado com gás empurrado goela abaixo por uma meia dúzia de gostosas nos cartazetes.

O xorume engarrafado vai continuar chegando estupidamente gelado aos copos de seus consumidores igualmente estupidos. Assim eles não se dão conta do quanto o produto é ruim.

Já para as artesanais, é impossível dizer. Não vejo um horizonte muito animador. Preços altos, margens ainda mais apertadas e resultado cada vez menor com certeza vão tirar o fôlego dos nossos bravos empreendedores. Triste.

A mim, além de reclamar por aqui, contando com a paciência de quem lê, me resta apenas uma coisa. A partir de hoje, 09 de maio de 2014, não consumo mais cervejas da grandes engarrafadoras. Acho que sobreviverei muito bem sem elas. E com certeza terei muito menos dor de cabeça.

 

SOUND CITY – O melhor filme que já assisti

Screen Shot 2013-03-16 at 1.37.27 PM

Sem dúvida a experiência que tive ao assistir a premiere do filme Sound City dificilmente será superada nessa encarnação.

Saí de uma das sessões no Austin Convention Center e arrisquei minha sorte na super concorrida premiere do filme de Dave Grohl. Para os que não sabem, ele era o baterista do Nirvana e hoje é o líder do Foo Fighters. Consegui entrar sem grandes problemas e me posicionar em um super lugar.

Antes da sessão começar como é de praxe aqui no SXSW uma diretora do festival subiu ao palco, fez agradecimentos, considerações e chamou ao palco Mr Dave Grohl!

Lá estava ele a no máxima 15 metros de distância. Não consigo descrever o que senti. Ele é uma coisa absolutamente incrível. Um sujeito multi-milionário, líder de uma das melhores bandas em atividade e absolutamente simples, sincero e generoso.

Estou acabando de ler a biografia dele. Quanto mais conheço mais ele me admira e inspira. Sei que não estou mais na idade de ter Rock Stars como ídolos mas…

Para os que curtem música, que deveria corresponder a toda a população do mundo, mas infelizmente não é, o filme é muito bom. Conta a história do estúdio onde o Nirvana gravou Nevermind, e hoje está desativado.

Após o filme, eu já absolutamente feliz por ter visto um ídolo tão de perto tive uma nova surpresa.

Ele voltou ao palco onde respondeu a quase uma hora de perguntas da plateia. Inacreditável. Feliz, empolgado e respondendo a absolutamente tudo com muita simplicidade.

Se não bastasse a premiere do filme assisti a sua palestra no dia seguinte o a um show de 3 horas a noite. Genial!

Você pode até não gostar dele, mas por favor não diga isso na minha frente.

Está funcionando  preciso praticar.  – Enviado via iPad

A frase que dá o título a esse post reproduz o primeiro email enviado pela Dona Dulce. Minha avó de 97 anos muito bem vividos.

A chegada da mensagem mostrou que uma escolha profissional feita por mim foi acertada.

Após 4 anos como diretor de criação e 13 anos de carreira aceitei o convite dos sócios da Plano1 e me dedicar a desenvolver um departamento digital na agência.

O que mais me fascinou foi a possibilidade de conhecer um novo universo, completamente inédito para mim. Imagino que a motivação da minha avó tenha sido a mesma quando comprou o seu iPad e resolveu se aventurar no selvagem mundo digital.

Achei curioso as coisas terem acontecido sumultâneamente. Estou me interando desse universo ha cerca de 15 dias e cada vez fica mais claro como trata-se de um mundo absolutamente novo e que trouxe para mim algo fundamental para trabalhar. Frio na barriga.

Certeza não tenho nenhuma como as coisas caminharão. Se o negício será rentável, se vai decolar, se vou ficar rico ou pobre com isso. Mas fico muito orgulhoso de dar o passo. Sábias palavras de meu sogro se aplicam perfeitamente aqui. O que importa é o caminho.

MMS, Opt-in, SEO, Apps e uma série de siglas passam a povoar meu universo e serão o a base para pensar em coisas asolutamente novas. Muito bom ter o previlégio de criar coisas que ninguem sabe que quer e não repicar modelos já estabelecidos.

Bom saber que terei companhia na minha jornada e se tiver alguma dúvida basta perguntar para a vovó. Afinal, nada mellhor do que a experência de uma vida, talvez até duas para nos dar as respostas que buscamos.

Vamo que vamo!

Mala Irlandesa

Embuste!

Sou um entusiasta de shows de rock.

Sempre que posso faço uma força para ver de perto artistas que povoaram minha adolescência, me tocam hoje e oferecem algo de interessante seja em cenografia, estilo músical ou atitude.

No último dia 13 de abril não tive uma experiência muito agradável.

A banda irlandesa U2 pousou em São Paulo com sua parafernália nunca antes vista na história desse país. Não foi o suficiente.

Assisti as duas passagens anteriores da banda e minhas ressalvas com relação a eles foram aumentando a cada novo show.

Ontem tive a conclusão definitiva. Eles são insuportavéis. Na verdade seria uma injustiça colocar todos no mesmo balaio, mas como vale a máxima, diga com quem andas e te direi que és, posso dizer que não volto mais a um show do quarteto irlandes.

Bono Vox é insuportável. O sujeito com aquele ego do tamamnho do palco monstruoso onde canta é o retrato da contradição. Sempre com uma postura blasé tem uma única prioridade quando se apresenta. Mostrar ao seu público que ele é o maior paladino do mundo e combate com unhas e dentes as diferenças e desigualdades do mundo. Está sempre ao lado dos fracos e oprimidos.

Balela e demagogia pura. Uma figura que se senta com o Lula para discutir a pobreza do mundo, levanta a bandeira da anístia, cita presos políticos e oportunamente homengeia as crianças vitmas de atentado no Rio de Janeiro deve se julgar acima do bem e do mal e muito importante para esquecer de fazer o dever dele. Cantar para um público que lota um estádio para assistir a um concerto.

Ele é tão correto e comprometido que tem a empresa que administra a sua carreira e cifras absurdas sediada na Holanda para ter uma tributação mais baixa que em sua pátria, a Irlanda. Que não passa nem perto de ser um país próspero e com certeza se contabilizasse os impostos sobre os rendimentos de Mr. Bono teria uma ajuda razoável na hora de fechar as contas.

Faz tambem a cena de eco chato e eco engajado mas arrasta pelo mundo toneladas e mais toneladas de equipamentos para montar o seu circo.

Fala mais do que canta durante o show. Prova disso é que o telão high tech mostra legendas em tradução simultânea a cada discurso.

Como para o brasileiro é mais importante que o artista converse com a platéia, vista a camisa da seleção e seja simpático ao invés de tocar com energia e competência, eles seguirão arrastando multidões para seus shows. Sei que não farei falta alguma mas na próxima vou passar.

Para não cometer uma absoluta injustiça Mr Bono acertou em apenas uma coisa no seu show. Convidar o MUSE para abrir. Foi excelente, vibrante e sem firulas. Só rock n roll. Como faziam os Ramones. 1,2,3,4… e nada mais.

Unbelievable!

Não se pode confiar em alguém que não gosta de Beatles.

Isso ficou ainda mais claro para mim ao final do show de Sir Paul McCartney.

Depois de 3 horas de absoluto talento custava a acrditar que tinha visto aquilo tudo. E principalemte que tive o absoluto previlégio de ficar apenas a alguns metros de distância de uma pessoa que mudou absolutamente tudo na música.

Quando nasci o sonho já havia acabado. Felizmente a obra perdurou e foi se enrraizando na minha vida. Cresci numa casa onde sempre rolou muito mais Roberto Carlos do que qualquer outra coisa. Minhas primeras lembranças vêem de uma coletânea de Oldies que meu irmão ouvia mutio e um cópia de Let it Be da minha irmã.

Já na pré adolescencia a coisa foi ganhando forma. Um amigo tinha mixtapes dos Beatles incríveis. Bealtes I, Beatles II, Beatles III com seleções genias tocavam frenéticamente no toca fitas do carro dele.

O Álbum Branco tratou de colocar a banda na ponta da minha preferência musical.

Por conta dessa história toda e tudo o que eles representaram para o mundo ainda não consigo racionalizar a emoção que senti no show. Passei a entender perfeitamente a histeria das meninas americas nos anos 60 quando não se podia ouvir o som que vinha do palco tamanha era a gritaria.

Paul poderia estar decadente como Ace Frehley mas esta na plenitude. Corresponde a exatamente tudo o pode se esperar de um semi deus. Ponto positivo para a excelente banda em especial o baterista que desce o braço sem dó na bateria e dá uma energia de Cocoon ao show do ancião. Nem a baciada de frases em português compromenteram. Gostaria de entender porque as pessoas acham que artistas têm que ser simpáticos e para isso basta mandar um Boua noitche Brasiu! Ele tá lá em cima para tocar perfeitamente como fez e não para ser simpático.

Até a plateia se comportou e não ouvi nenhuma baboseira do naipe: Olê, olê, olê, olê, Macartinei, Macartinei.

Tudo absolutamente perfeito na melhor companhia possivel. Claro que a Leti fechou a parceria como já tinha feito no AC/DC, Echo & The Bunnymen, Bon Jovi, RUSH, Eric Clapton, Radiohead.

Um show que faz daqueles que assistiram pessoas melhores.

Quem sabe ainda consigo vê-lo mais uma vez e na próxima com o Rafa, meu filho. Que já dá sinais claros de gostar muito da coisa. Para sorte e orgulho do pai.

Quem vai ganhar eu não sei, já quem vai perder tenho certeza.

Se aproxima mais uma eleição para presidente.

Questiono muito a efetividade da democracia nessa terra. Não seria razoável nem sensato imaginar que teriamos uma perspectiva mais otimista sob um regime totalitário.

Uma coisa é muito clara. O brasileiro não está preparado para a democracia. Tenho sérias dúvidas se estará algum dia.

Ter a decisão de escolha de um candidato pautada invareiavélmente em interesses pessoais não pode levar um país adiante.

Em pouco mais de dois dias Dilma estará eleita. Eleita por suceder um presidente que deu continuídade num trabalho iniciado no governo do partido adversário, mesmo de maneira velada e não assumida mas foi isso que aconteceu.

Além de conchavos com inimigos declarados, falta de clareza e de preparo vão criando um cenário nada otimista.

Nunca simpatizei com o PT. Mesmo na época que o partido tinha um discurso coerente com a sua postura. Hoje então me dá repúdio.

O que mais me aborrece é não ter opção.

Seja qual for o resultado da eleição a diferença será muito sutíl ,venca que vencer.

Seguimos escolhendo o menos sofrível e ao final do longo período de campanha a discussão absolutamente esvaziada e ensaboada de partidos e candidatos dá uma clareza enorme da pequena diferença entre Serra e Dilma. Aliás, a peça que se sentará na cadeira do palácio do planalto, fará churrascos na Granja do Torto e voará adoidado no conforto do AeroLula será apenas uma peça. Que vai modular a podridão e pilantragem a carga máxima ou a 3/4 disso. Diferença sutíl.

O enorme lixo que esconde debaixo dos tapetes vai seguir fedendo e deixando as coisas por aqui cada vez piores.

O país deve seguir crescendo, com alguma estabilidade. Mas até quando?

Em casa o voto é por José Serra, trata-se de um sujeito, aparentemente correto, inteligente, compromissado. Nesse mundo a vontade de um só não faz diferença alguma.

Não vejo muita solução.

Usando a pouca profundidade das campanhas com as metaforas futebolísticas do nosso presidente, nessa eleição me sinto assistindo a um Corinthians e São Paulo, como Palmeirense seja qual for o resultado não ficarei satisfeito.

Boa sorte a todos, vamos precisar.

California über alles!

Acho que pouca gente discorda que as melhores vivencias e experiencias de nossas vidas são oriundas de viagens.

Expandir horizontes, conheçer novas realidades e ter contato com mundos diferentes me fascinam.

Na minha última viagem repeti um roteiro que já havia feito há quase 15 anos atrás. Quanta diferença.

Viajar está absurdamente mais fácil, não só pelo câmbio mas por todas as ferramentas que o mundo moderno coloca a nossa disposição. Nesses 15 dias na terra do Tio Sam destaco algumas novidades (outras nem tão novas assim) que fizeram da minha viagem ainda mais bacana.

Travelocity.com

O site já é bem antigo mas é uma super ferramenta de busca para hotéis e carros. Estive em 7 hotéis diferentes, buscados por preço e localização fundamentalmente. Todos foram satisfatórios e o sistema de reservas é infalível. Disponível para iPhone.

Where the Locals Eat

Site com indicações de restaurantes por região e enumera os melhores por especialidade. Não tive nenhuma decepção. Todas as indicações foram absolutamente certeiras. Recomendo demais. Além do site um aplicativo para iPhone tambem está disponível. Eventualmente consulto o zagat.com. Se vocˆ´viaja frequentemente para os USA e gosta de comer bem, vale pagar a taxa de uso, se vai apenas eventualmente siga com o WTLE

OpenTable.com

Site para reservar mesas em restaurantes. Hábito pouco usado por aqui, mas dependendo do lugar onde você for jantar, é indispensável. Rapido, prático e super eficiente. Alguns cliques e sua mesa estar´å pronta te esperando e evitará a chateação de grandes filas de espera.

Toyota Camry Hybrid

Sei que já falei sobre isso no post anterior, mas bora lá. Alugamos um carro híbrido. Seria um Prius originalmente, recebemos um grato upgrade para o comfortábilissimo Camry. Essa história de carro hibrido me deixou de queixo caído. Mais pela tecnologia do que pela economia. Rodar numa banheira cheia de potência e conforto fazendo 17 km/l na estrada é muito bom, mas melhora ainda é ver como o motor funciona com bateria e gasolina sem que seja feito absolutamente nada pelo motorista, apenas relaxar.

Vitamin Water

É muito claro nos EUA um aumento na preocupação com uma alimentação saudável. Um dos expoentes desse movimento são as águas saborizadas e funcionais. Sem adição de açucar, com sabores suaves tem versões para todos os gostos e necessidades. Relaxante, energizante, para ativar a memória, São super refrescantes, deliciosas e sem a culpa dos refrigerantes.

California Organica

Além da rede Whole Foods, um supermercado só com produtos orgânicos, saudavéis e descolados ví por onde passei um movimento super marcante de se consumir prdutos produzidos no próprio local. Feiras livres super descoladas são montadas e lá se pode comprar deliciosas cerejas, morangos até um caminhão/rotisserie que vende frango assado sem hormônios. Gente bonita e por incrivel que pareça um mega alto astral. Bem diferente das nossas feiras livres por aqui.

Joie de Vivre

Um hotel botique com preços de sacolão. Ficamos no GoodHotel de San Francisco. Recomendo demais. Não há luxo algum mas muito conceito e cuidado com os detalhes. Uma excelente se você está viajando on a budget e quer algum charme na hospedagem. Vários detalhes, desde cucos coloridos na recepção mostrando horario em outras partes do mundo, um adesivo fosforescente no teto, que ao apagar as luzes te deseja Good Night!. Staff cheio de estilo e atenção. E um movimento que sugere que você deixe o seu livro pro lá. Para que a biblioteca do quarto se enrriqueça e para que o próximo hospede possa ler. São hoteis, restaurantes e Spas pela California com o mesmo conceito. Incrível.

Pinkberry

Delicioso Frozen Yogurt. Natural ou com sabores (manga, coco, chá verde). Basta escolher o tamanho do copo, o sabor e se esbaldar com uma grande variedade de acompanhamentos, saudavéis ou não. Impossivel se mais adequado ao cenário descolex da califa.

A viagem já deixa muitas saudades e não hesito em dizer que foi a melhor que já fiz em toda a minha vida. Tudo super tranquilo, a melhor companhia que poderia ter, ritmo perfeito. Pura diversão e descanso somando vários créditos no meu log book. Não sei se volto tão cedo, mas independente do tempo tenho certeza que a cada volta encontrarei um lugar diferente.